O sistema está a sofrer melhorias no âmbito da infraestrutura tecnológica. Em caso de lentidão ou bloqueio, por favor, contacte auc-geral@auc.uc.pt. Esperamos ser breves.

Certidões de Missas

Ações disponíveis

Ações disponíveis ao leitor

Consultar no telemóvel

Código QR do registo

Partilhar

 

Certidões de Missas

Detalhes do registo

Nível de descrição

Série   Série

Código de referência

PT/CRSI/CIM/CRSI/005

Tipo de título

original

Título

Certidões de Missas

Datas de produção

1779  a  1945 

Âmbito e conteúdo

Inclui certidões de missas ditas por alma dos irmãos defuntos, passadas pelo capelão da Confraria da Rainha Santa Isabel, indicando o nome, localidade e ocupação do irmão falecido. As missas são mandadas dizer pelo procurador da Irmandade, nalguns casos pelo tesoureiro. Nas situações em que as missas não são rezadas no templo de Santa Clara, a assinatura do pároco é reconhecida por um notário e é referido o valor das missas. Estas são celebradas, por exemplo, no Real Colégio de Santa Rita de Coimbra, no Real Mosteiro de Santa ClaraSão referidas irmãs religiosas do Real Convento de Santa Maria de Celas, Paradela.Inclui também o rol das missas rezadas pelos irmãos vivos e mortos em detemrinado ano.Foram procuradores da Irmandade: Luís Teotónio Clama, alferes (1778-1781), Francisco José dos Reis (1782-1783), Jerónimo Ferreira (1783-1784), Joaquim Gonçalves (1784), António de S. Bento (1785-1786), Manuel Pires (1786-1787), José Lopes (1787-1788), Manuel Nunes de Avelar (1788-1789), António Francisco da Conceição (1789), João da Silva (1790-1791), José António Saraiva (1791-1792), José Pedro Tavares (1792-1793), José António Saraiva da Fonseca, padre (1794-1795), António José da Rosa (1795-1796), António Alvares de Carvalho (1796), José Lopes (1797-1798, 1801), Manuel Freire (1798), Manuel Martins (1799-1800), José Rodrigues Troia (1799-1800), Diogo Francisco (1801), Manuel de Oliveira (1801), Francisco da Costa (1803), José Filipe Pereira (1804), José Joaquim Nunes de Avelar (1804-1806), José Caetano (1807-1808), João José da Conceição (1809; 1814-1815), Marcos José (1810), José de Santa Clara (1816-1819), Caetano da Assunção (1820), João de Oliveira (1821), João António (1823), José Ferreira (1824), Manuel Duarte dos Casais (1824), António Cardoso (1826), António Alves de Carvalho (1826-1828), Foram tesoureiros da Irmandade: João da Silva (1794), Manuel de Oliveira de Bordalo (1824-1825), José de Santa Clara (1826-1830), António da Conceição (1830-1831),

Idioma e escrita

Português

Características físicas e requisitos técnicos

Encadernação em pergaminho, folhas soltas, selos de chapa descolados, fungos violáceos (liv.1). Aparecem selos de chapa do Colégio de Santa Rita dos Agostinhos Reformados de Coimbra e do Convento de São Francisco da Ponte.

Unidades de descrição relacionadas

Na série Registo de irmãos vamos encontrar o registo dos nomes dos irmãos da confraria por quem se rezam as almas.

Notas

Título atribuído.A unidade de instalação tem como título “Livro das certidões das missas ditas pelas almas dos nossos irmãos defuntos”.

Data de publicação

17/05/2021 01:17:40