Paróquia da Lousã

Ações disponíveis

Ações disponíveis ao leitor

Consultar no telemóvel

Código QR do registo

Partilhar

 

Paróquia da Lousã

Detalhes do registo

Nível de descrição

Fundo   Fundo

Código de referência

PT/AUC/PAR/LSA03

Tipo de título

Formal

Título

Paróquia da Lousã

Datas de produção

1577  a  1901 

Dimensão e suporte

143 u.i.; papel

Extensões

0 Livro

Entidade detentora

Arquivo da Universidade de Coimbra

História administrativa/biográfica/familiar

A menção ao território de Arouce onde fica localizada a Lousã é já feita no foral de Miranda do Corvo (1136) e bem assim num foral de D. Afonso Henriques (1151). Outro documento de 1160 faz referência à Lousã já independente de Arouce, tendo recebido foral de D. Afonso II e, posteriormente, de D. Manuel I em 1513, a 25 de Outubro. A freguesia tem por orago São Silvestre e foi priorado da apresentação do duque de Aveiro.Fustigada pelas Invasões Francesas, foi a partir do séc. XVIII que a Lousã muito se desenvolveu com a criação da indústria do papel, o Engenho de Papel do Penedo, que serviu a Tipografia Académica (fundada pelo Marquês de Pombal) e a Casa da Moeda. Pertenceu à comarca da Esgueira em 1755 à de Coimbra em 1839 e à da Lousã desde 1852.

Localidade descritiva

Lousã, Lousã

História custodial e arquivística

A incorporação da documentação paroquial da diocese de Coimbra no AUC iniciou-se a partir de 1921, oriunda primeiramente do Seminário de Coimbra, e depois recolhida das diversas conservatórias de registo civil do distrito de Coimbra.

Fonte imediata de aquisição ou transferência

Transferência obrigatória findos os prazos legais (100 anos) todos os cinco anos. Proveniente do Seminário de Coimbra, na 1ª fase, em 1921, e a partir de então, de forma mais ou menos regular, da Conservatória do Registo Civil de Coimbra, de acordo com a legislação aplicável.

Âmbito e conteúdo

Documentação formada por livros que se agrupam em cinco séries: batismos; casamentos; óbitos; índices e reconhecimentos e legitimações.

Sistema de organização

Organização original. Classificação por séries, pela tipologia documental, e ordenação cronológica dentro de cada série.

Condições de acesso

O acesso é livre, salvo exemplares em mau estado de conservação.

Idioma e escrita

Português

Instrumentos de pesquisa

Inventário Colectivo dos Registos Paroquiais, vol. I, Centro e Sul; inventário em versão informática Archeevo (base de dados de descrição arquivística) na WEBpage do AUC.

Data de publicação

17/05/2021 15:36:34