Cartório Notarial de Espinhal

Available actions

Reader available actions

 

Cartório Notarial de Espinhal

Description details

Description level

Fonds   Fonds

Reference code

PT/AUC/NOT/CNESP

Title type

Atribuído

Date range

1666  to  1766-05-04 

Dimension and support

35 u. i.; papel

Holding entity

Arquivo da Universidade de Coimbra

Producer

Cartório Notarial de Espinhal

Biography or history

Vários documentos dos séculos XIV e XV testemunham a antiguidade do Espinhal como povoação: um de 1306, que alude a uma "casa" no Espinhal; e outro de 4 de dezembro de 1346, que menciona a amplitude do topónimo. Espinhal foi vigairaria da apresentação do priorado de São Miguel de Penela. A riqueza mineral em ferro e cobre fez progredir a terra e levaram à criação da manufatura de fundição no Espinhal, Ribeira da Azenha e Trilho. No reinado de D. Manuel, esta atividade foi incluída nos bens da coroa, dadas as solicitações dos Descobrimentos. D. Maria I criou no Espinhal uma escola de ler, escrever e contar, pelo decreto de 27 de outubro. Aqui chegou mesmo a haver um professor de gramática latina. Em 1839, surge integrada na comarca da Lousã e em 1878 na comarca e julgado de Penela. Espinhal foi elevada à categoria de vila por decreto de 16 de julho de 1906.

Scope and content

A documentação é formada por uma única série – livros de notas -, que contém escrituras de compra e venda, testamentos, emprazamentos, arrendamentos, aforamentos, procurações, fianças, cessões de dívidas, dinheiro a juros, etc.

Arrangement

Organização por séries tipológicas; ordenação cronológica

Language of the material

Português

Other finding aid

Recenseamento e Inventário em Archeevo (aplicação informática para descrição arquivística).