Paróquia de Ega - Condeixa-a-Nova

Available actions

Reader available actions

 

Paróquia de Ega - Condeixa-a-Nova

Description details

Description level

Fonds   Fonds

Reference code

PT/AUC/PAR/CDN06

Title type

Atribuído

Date range

1591  to  1911 

Dimension and support

111 lv.; papel

Extents

0 Álbuns

Holding entity

Arquivo da Universidade de Coimbra

Producer

Paróquia de Ega

Biography or history

É povoação muito antiga, tendo sido conquistada aos Mouros por D. Afonso Henriques, em 1135, e dada aos Templários em 1145. A antiga freguesia de N. Sr.ª da Graça foi vigairaria e comenda da Ordem de Cristo, com coadjutor da mesma Ordem. Teve foral dado por D. Manuel I, em Lisboa, a 25 de fevereiro de 1514. No seu termo antigo tinha outra vigairaria, no lugar do Furadouro. Em 1755 aparece integrada na comarca de Leiria, em 1852 na de Coimbra e em 1878 na de Soure.

Geographic name

Descriptive location

Ega - Condeixa-a-Nova

Custodial history

A incorporação da documentação paroquial da diocese de Coimbra no AUC iniciou-se a partir de 1921, oriunda primeiramente do Seminário de Coimbra, e depois recolhida das diversas conservatórias de registo civil do distrito de Coimbra.

Última incorporação 21-06-2007.

Acquisition information

Transferência obrigatória findos os prazos legais (100 anos) todos os cinco anos. Proveniente do Seminário de Coimbra, na 1ª fase, em 1921, e a partir de então, de forma mais ou menos regular, da Conservatória do Registo Civil de Coimbra, de acordo com a legislação aplicável.

Scope and content

Documentação formada por livros que se agrupam em quatro séries: mistos (englobam registos de batismos, casamentos e óbitos ou apenas dois tipos dos registos anteriores); batismos; casamentos; e óbitos.

Arrangement

Organização original por séries; ordenação cronológica.

Access restrictions

O acesso é livre, salvo exemplares em mau estado de conservação.

Language of the material

Português

Other finding aid

Inventário Colectivo dos Registos Paroquiais, vol. I, Centro e Sul; inventário em versão informática Archeevo (base de dados de descrição arquivística) na WEBpage do AUC.

Notes

Existe hiato temporal nos registos de nascimentos (1808-1810; 1827-1837); de casamentos (1827-1827); de óbitos (1806-1809; 1826-1837).